sexta-feira, setembro 30, 2005

Liberdade sempre!




Livre, o cavalo se transforma, cresce, ganha volume e leveza, parece flutuar quando galopa.

Brinca, como criança depois da reclusão da escola, às vezes aparentando violência, mas não, longe disso, é só alegria.

3 comentários:

Ana disse...

Pégasus? :)

Emerson disse...

hahahaha...

Bianca, soltando a musculatura e a alegria depois de dois dias de baia, por causa de chuvas.

A desculpa para isso é razoável: os cavalos pisoteiam o capim e o solo molhado. Estragam o primeiro e compactam o segundo. Mas, como disse minha amiga Cláudia, veterinária, nesse caso, solta todo mundo na pista pra correr um pouco, brincar, ou levem para um passeio, mesmo que curto, dois de cada vez.

Cavalo precisa de liberdade.

Cora disse...

Linda ela, linda a foto e, sobretudo, linda maneira de pensar. Bichos (e gente também, mas a gente às vezes não se dá conta) precisam de liberdade.