quarta-feira, setembro 20, 2006

Todos os homens do presidente

Nos Estados Unidos é título de livro e de filme.

No Brasil do século XXI é a resposta a uma pergunta simples:

- Afinal, quem são as pessoas envolvidas em tantos crimes e falcatruas?

- Todos os homens do presidente.

Todos os homens do presidente...

Desculpem pela repetição, mas ela atordoa. Experimentem, repitam mentalmente.

Não é atordoante?

Da posse, em 1º de janeiro de 2003, até hoje, nada menos de 21 pessoas próximas ao presidente foram envolvidas em crimes, inclusive os dois ministros mais poderosos da república. Se somarmos a essas pessoas os homens e mulheres do partido do presidente, aí a coisa fica mais interessante.

E daí?

.

4 comentários:

CAL disse...

Nós podemos chamar, também, Emerson, de " Todos os PTicaretas do Presidente"...

Anônimo disse...

EG, gostei da pergunta e da resposta. Muito bom, dez!!!
E gostei também do PTicaretas do teu amigo do outro comentário. rsrsrs

Beto

cjb disse...

Emerson,

Leste o comentário de Joelmir Betting?

Ei-lo:

"Até aqui, em pouco mais de 40 meses de governo, o presidente Lula já cometeu 102 viagens ao mundo . Ou mais de duas por mês, tal como semana sim, semana não. Sem contar, ora pois, as até aqui, 286 viagens pelo Brasil. Hoje, dia 06 de junho de 2.006, ele completa 397 dias fora do país desde a posse. E pelo Brasil, no mesmo período, 617 dias fora de Brasília.
       Total da itinerância presidencial, caso único no mundo e na História: exatos 1.014 dias fora do Palácio, em exatos 1.230 dias de presidência. Eqüivale a 82,5% do seu mandato fora do seu gabinete. Esta é a defesa da tese de que ele não sabia e nem sabe de nada do que acontece no Palácio do Planalto. Governar ou despachar, nem pensar. A ordem é circular. A qualquer pretexto. 
        E sendo aqui deselegante, digo que o presidente não é (nem nunca foi) chegado ao batente , ao despacho, ao expediente. Jamais poderá mourejar no gabinete, dez horas por dia, um simpático mandatário que tem na biografia o nunca ter se sentado à mesa nem para estudar, que dirá para trabalhar." 

   JOELMIR BETTING

Emerson disse...

A Rosa falou-me desse texto.

O que me revolta é ter passado 8 anos de governo Fernando Henrique, durante os quais ele inseriu o Brasil no contexto mundial que conta, ser bombardeado, sacaneado de forma primitiva e ignorante por causa de suas viagens.

E agora dá "nisso tudo que está aí"...