quarta-feira, março 19, 2008

Domenica matina in San Paolo



Manhã de domingo no Mercado Municipal e depois na Padaria 14 de Julho deixa com vontade de falar e escrever em italiano. Pena que o meu italiano não dá para tanto, muito pelo contrário, apesar da vontade da minha Nona.

La domenica matina in San Paolo é particularmente gostosa porque não tem trânsito. Ou melhor, tem e até muito, mas ele flui que é uma beleza. A gente redescobre nas grandes avenidas a “onda verde”, passando sorridente por um, dois, três, vários sinais no verde. Que coisa boa! O ar também é mais gostoso, a paisagem é mais clara, tudo é mais bonito. A cidade está mais bonita, agora livre da poluição visual de cartazes, placas, fachadas de lojas, paredes e muros com propaganda, outdoors, faixas, etc. Parabéns, Prefeito Gilberto Kassab! Valeu a sua briga e que prazer é poder elogiar um homem público, coisa extremamente rara nesse Brasil varonil, nessa manhã com céu de anil, combinando com as muitas cores à minha espera.


O Mercado Municipal de São Paulo é um local de cores em profusão. Até mesmo sua estrutura do início do Século XX, devid
amente limpa e mantida em ordem, é bonita.

Tem cor de solidez antiga.


Mas é em seu interior que as cores brilham e brincam, começando pelos vitrais.



À explosão de cores dos vitrais, corresponde a multiplicidade de cores das frutas.

Brilhantes, refletindo a luz filtrada pelos vitrais e pela comprida clarabóia que ilumina o grande interior de ponta a ponta.


Frutas de todas as partes do mundo, a maioria, por

mais incrível que pareça, já cultivadas aqui mesmo.




Inúmeros tipos, alguns desconhecidos, outros surpreendentes.


Desconhecida, por exemplo, é

a achachaia boliviana.


Sua presença é explicada pela existência de colônia boliviana em São Paulo.


Como surpreendente é o nosso selvagem e nativo jatobá.


Tanto desconhecido como surpreendente é o jamelón, que o fruteiro diz ser um tipo de melão caipira, mas...


Sei não, nunca vi assim.



E esse tal de zarbão?

Pergunto ao dono da banca se é um tipo de grapefruit, que é o que parece, e minha pergunta cai no vazio.

Como surdo ele não é, pois ouviu outras, concluo que é apenas grosseiro, uma vez que estou apenas fotografando. Faz parte...

Encontro até abio, quem diria!


Mas o Mercado oferece muito mais, e já falei dele em outro post ou, quem sabe, posts. Visitá-lo e nada escrever a respeito é difícil.


Tem as azeitonas.

Da Grécia, de Portugal, Espanha, Itália...



Do Chile, temperadas...


É o paraíso dos amantes do bacalhau, como eu.

Do Porto, da Noruega, do Pacífico, vários tipos.

No Empório Chiapetta vem tudo explicado: origem, tipo, características...

A boca enche-se d’água, reflexo pavloviano básico, e o jeito é parar novamente num dos bares espalhados em seu interior.

A primeira parada, logo à chegada, foi para um rápido café-da-manhã básico. Afinal, dia de Mercado é dia de sair de casa em jejum.

Essa parada de agora é diferente, não é para matar a fome e sim a vontade, a permanente vontade de comer bacalhau, que vem em forma de enorme e saboroso, muito saboroso bolinho.

Mais um expresso e uma mineral com gás.

Bom demais...

A comida, o ambiente, os ruídos, os cheiros, as imagens, o vai-e-vem das pessoas, o espresso quente e forte, de fato, ir ao Mercado Municipal é um exercício de prazer.

Mas só nas manhãs de domingo.

Com o trânsito livre, é obrigatório parar na velha 14 de Julho na volta. Abri mão de comer um canoli na hora, preferi a sardinha escabeche com cebola. Uau! E pedaços de pão italiano, o verdadeiro pão italiano, recém-saido do forno, quente, cheiroso e delicioso.

Como diz aquele filme, e para terminar no mesmo idioma do começo, pois simetria é importante, la vitta è bella!


Mas só nas manhãs de domingo.


.

10 comentários:

Carlos Emerson Jr. disse...

Você não imagina a saudade que bateu de meu tio Américo, um italianão de boa cepa, já falecido, quando li este post.
Ele adorava o Mercado Municipal e sempre que eu estava por aí dava um jeito de passar por lá com ele...
Um programão mesmo.
Um abração e bom feriado.

Anônimo disse...

Estive há pouco em São Paulo, e também num domingo de manhã, nesse mesmo nosso mercado. Obrigada por retratar - deliciosa e duplamente, tudo o que senti.

1 abraço.
Neuza.

Anônimo disse...

Esses melões da foto, mais se parecendo a uma mortadela bologna eu os conheço de pequeno, pelo que sei sao frutos advindos de uma planta que se ramifica pelo chão ou se hospeda em arbustos como uma trepadeira ...esse fruto nao é palatavel quanto imaginamos, emobora seu aroma é algo arrebatador ...é o tal do parece mas não é em termos de gostosura

eugenio disse...

o melao de formato tubular da fto eu me lembro dele ...era usado nas residencias dos colonos como um adorno e exalava um cheiro de melao que impregnava todo o ambiente ...deve ser um melao silvreste ..nao servia pra ser consumido.

Anônimo disse...

I'm not sure exactly why but this site is loading very slow for me. Is anyone else having this problem or is it a problem on my end? I'll сhеck back later οn and see if the ρroblem still exiѕts.


Alsο visіt mу ωeb blοg
- Just Click The Next Website
my site - net.nz

Anônimo disse...

Hi there, ϳust beсamе aωaгe of yοuг blog through Gоogle, and found that
it іs reallу informative. I am going to ωatch
out for bruѕsels. Ӏ will be grаteful if
you сontinue this in future. A lot of people will be benefiteԁ from youг ωritіng.
Cheers!

my web site: clubdiva.ro

Anônimo disse...

Hi, its nіce paragraph regarding medіa print, we all κnoω media is a enormous source of facts.


Нave a look аt mу weblog sfgate.com

Anônimo disse...

I pay a quicκ visit every day a few ωeb pаges and іnformаtіon siteѕ tо read aгticles
or reviews, except this weblog offers quality based aгticles.


Also visіt my webpаge: V2 Cigs Reviews

Anônimo disse...

This deѕіgn iѕ spectaculaг!
Yοu certainly κnoω hoω to keeρ
а reaԁer еnteгtaineԁ.
Вetweеn уοur wit and
your vіdeos, I waѕ аlmost mοved tо staгt my оwn blog (wеll, almost.
..HаHa!) Fantаstic job. I reаlly lovеd what yοu had tο sаy, аnԁ mοrе than
that, hοω yοu ρгеsented it.
Tοо cool!

Μy web-sіte http://www.prweb.com/releases/silkn/sensepilreview/prweb10193901.htm

Anônimo disse...

Display all the manufacturer particular sensor information in true-time.
You are seeking for a sixteen-pin receptor port generally molded out of
black plastic.

My webpage :: obd2 code reader