sexta-feira, outubro 27, 2006

Prazeres ardidos

.

(Aviso aos desavisados:

Apesar do título, essa é só uma inocente crônica.)


A pimenta cumari é nativa no sítio. Encontramos seus pés pelas beiradas da matinha da mina e da matinha do pasto. A passarinhada se diverte com a cumari e o fruto dessa diversão é a presença de cumarizeiros onde eles param, descansam e... semeiam com esterco, para não dizer defecam, palavra que fica meio feiosa num texto com pretensão a ser elegante. E apetitoso, pois comida é o que motiva essas mal digitadas.

Diz a sabedoria popular que a cumari faz bem pra saúde, que é boa pra muita coisa, inclusive pra próstata.

Como? Boa pra próstata?

É, fulano, beltrano, sicrano, todos dizem isso, porque tem gente conhecida que...

Ok, dispenso os exemplos das gentes conhecidas, até porque para mim são desconhecidas.

Mas, quer dizer, então, que a cumari é boa pra próstata, é?

Hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...

Claro que a profunda reflexão que tal informação ensejou foi mais rápida que esse “hummm” aí atrás. Como bom humano e bom brasileiro, na hora mesma incorporei a cumari ao meu cardápio habitual. E, pensando bem, essa pimentinha deve ser muito boa mesmo, afinal, o tanto que a passarinhada come e não tem problema... Eu, pelo menos, metido que sou a saber um monte de coisa, nunca soube de passarinho com problemas nessas partes. O fato deles não as terem tal como nós, é irrelevante.

Não damos conta das cumaris que o sítio produz e os passarinhos deixam. Pegamos um pouco, que vai pra conserva com óleo de canola ou girassol misturado com azeite. Algumas semanas de repouso ao abrigo da luz, vidros bem fechados e pronto: é pingar algumas gotículas e cortar pedacinhos da bolinha verde ardida. E saborear.

Outras pimentas, essas plantadas, são misturadas, batidas no liquidificador com óleo e azeite e depois vão para a mesa. Tem umas redondas, que ganhei no Mato Grosso e disseram-me ser pimenta-de-cheiro, uma, e pimenta-de-bode outra, e tem mais dois ou três tipos, todas misturadas, numa combinação deliciosa. Pimentas são muitas, difícil é saber o nome delas, fora as mais comuns, como a malagueta, a dedo-de-moça e a terrível pimenta-do-reino, que o que tem de saborosa tem de maldosa com o trato intestinal. E da qual, com desgosto e a contragosto, mantenho prudente distância.

Em tempo de feijão novo, de preferência o carioquinha, pois, pra paulista, feijão preto só tem lugar na feijoada, a vontade é comer pratos e pratos dessa delícia sem mais nada além da pimenta e farinha de mandioca para dar liga e mais um gosto. O arroz branco pode entrar, afinal, discreto e modesto, ele se presta bem às combinações, contribuindo sem se apoderar.

E a pimenta... Como “abre o apetite” essa danada! (Como se eu precisasse que meu apetite fosse aberto...)

São muitas as histórias sobre a importância e utilidade da pimenta em tempos passados. Ficam para uma outra vez.

É comida que pede o complemento de uma boa leitura, nada trágico, mas que seja agradável. Por exemplo, o caderno de esportes ou o Caderno 2. Ora, por que a leitura? – perguntará o leitor desavisado. Porque é uma delícia e um hábito de toda uma vida comer e ler. Uma coisa não interfere com a outra.

Mas, cuidado para não levar á mesa certas crônicas de certos cronistas...

Bom fim de semana.

.

5 comentários:

cjb disse...

Pois veja, seu Emerson:

De acordo com pesquisas recentes, de fato a capsaicina -- aquele alcaloide ardente presente nas pimentas ardidas -- de fato mata celulas cancerosas na prostrata.

http://news.bbc.co.uk/2/hi/health/4805190.stm

O problema eh que ingestao em excesso da capsaicina tambem pode aumentar o risco de cancer estomacal.

Deus abre uma porta. E fecha uma janela...

Emerson disse...

Este é "Um Olhar Crônico" vivendo seu momento E.R. Ou Strong Medicine.

:o)

Mas eu ficaria mais feliz se fosse um momento Grey's Anatomy.
E momento House... passo batido para viver, só para assistir.

:o)

Boa informação, Balla, gostei. Eu estava mesmo um pouco pensativo a respeito.

CAL disse...

Fala, Emerson....
Adoro pimenta...
Seria pedir de mais vc me mandar um vidrinho dessa aí????
Abraços.

Emerson disse...

Vou falar com a Rosa, Cal. :o)

Cal disse...

OBA!!!!!!!!!!!!
Tenho certeza que a Rosa vai liberar...
Adoro cozinhar, Emerson...
Pequena que o meu ap tem uma cozinha muito peuqena...
Comprei um terreninho em Búzios....quando começar a construir, vou cuidar de maneira especial da cozinha...projetei pra ela ficar do lado de fora...com uma cobertura de sapê...e fogão a lenha...
Já pensou????
Aí o bicho vai pegar.
Hahahahahaha
Abraços!!!!